sábado, 12 de janeiro de 2013

chás


Para quem se preocupa com o peso, os chás também prometem bons resultados. A maioria tem excelentes efeitos, com comprovação científica contra o ganho de peso. Além disso, chás têm pouca ou nenhuma caloria se consumidos in natura, ou seja, sem adição de açúcar, mel ou adoçantes. Eu, particularmente, sempre amei chás. Seja para auxiliar na dieta ou para relaxar antes de dormir. Adoro.
São centenas de ervas que auxiliam na dificuldade de digestão, em problemas como azia, gases, ressaca, enjoo, irritabilidade, insônia e até na ansiedade. Seja nas prateleiras dos supermercados ou nas lojas de produtos naturais, não faltam opções.
Para conseguir o máximo de cada planta é preciso preparar o chá da maneira correta. Flores, folhas, talos ou os prontos, vendidos em sachês, cada um tem uma maneira correta para ser feito. As embalagens trazem a explicação e a quantidade correta de erva por litro de água.
Saiba as princípais maneiras de fazer seu chá:
- Infusão: despeje água fervente em uma xícara com uma colher de sobremesa da erva e, em seguida, abafar o recipiente por dez minutos.
- Decoção: ferva a planta com água e abafe por dez minutos.
- Maceração: pique a erva fresca ou amasse-a com um pilão. Despeje sobre ela água em temperatura ambiente e deixar descansar por cerca de 20 minutos.
Descubra os efeitos das ervas mais usadas:
- Hortelã: age como calmante e pode ser um aliado para diminuir o estresse, motivo que faz muita gente exagerar na comida. Além disso, age contra vermes e prisão de ventre;
- Erva Mate: ajuda a baixar níveis de triglicerídios, colesterol ruim e glicemia. Pode ser usado ainda como estimulante;
- Hibisco: acelera o metabolismo, tem efeito diurético e auxilia na perda de peso;
- Erva-cidreira: controle do estresse;
- Camomila: diminui o estresse e a ansiedade;
- Chá branco: aumenta a queima calórica em até 7%;
- Chá preto: vindo da mesma planta do chá verde e o branco, a Camillia sinensis, tem os mesmos efeitos na queima calórica, além de diminuir os níveis de colesterol no sangue;
- Chá verde: antioxidantes, aumenta o metabolismo, diminui as taxas de colesterol (LDL) e combate gordura localizada e celulite.


Chá verde, branco, amarelo ou vermelho. Oriundos da mesma planta, a Camellia Sinensis, eles estão na maioria dos cardápios de dietas, mas o gosto, não muito agradável para a maioria dos paladares, impede que muita gente faça uso de seus benefícios. Alguns truques simples, porém, podem ajudar.
Combinar essas ervas com hortelã, erva-doce, cidreira ou até casca de frutas como o abacaxi e a maçã não interferem nos efeitos terapêuticos e suavizam o sabor das ervas mais amargas.
 receita: Ferva um litro de água com um punhado de folhas de cidreira ou um pedaço médio de casca de abacaxi. Apague o fogo e acrescente o chá verde. Abafe por alguns minutos e coe. Evite açúcar e adoçantes químicos. Se quiser adoçar a bebida, opte por uma pequena quantidade de mel.
Durante a dieta, a sugestão é que o consumo do chá seja entre cinco a seis xícaras. Pode ser ingerido a qualquer hora, porém, por conter cafeína, pode alterar o ciclo do sono. Tente consumir a bebida até as 18 horas.
http://emdiacomabalanca.wordpress.com/tag/alimentacao/

Sem comentários:

Enviar um comentário